domingo, 25 de março de 2018

Fiz uma nova tatuagem

Um dos objectivos para este ano era fazer uma tatuagem nova. Não tinha nenhum plano em concreto, só queria que tivesse relacionada com natureza e animais. Na segunda feira, reparei no instagram, que a Raquel Melo ia fazer alguns desenhos flash no estúdio de tatuagens Atomic Tattoo em Lisboa e em que parte do valor retribuia para uma associação de animais. Vi quais eram os desenhos que ela tinha disponiveis e apaixonei-me instantaneamente pela raposa. Sempre amei raposas para além de me fazeream lembrar casa e o sitio onde sempre morei.


Esta não foi a primeira tatuagem mas desta vez apercebi-me que tenho uma resistência à dor bastante grande porque quase que adormecia enquanto a Raquel me fazia a tatuagem ahah. Aqui fica o instagram da Raquel para quem ficar interessada/o : https://www.instagram.com/raquelmelofs/
Gostei imenso do estilo de tatuagem que ela faz para além de ser uma simpatia, muito querida e divertida.


 E pronto estou completamente apaixonada pela minha raposinha <3

sábado, 17 de março de 2018

Já consigo andar

Já consigo andar livremente.

Foi uma boa semana! Tinha saudades de ir às compras, de andar e de fazer tudo sem as muletas e com apenas um pé. Obrigado pela experiência, aprendi muito, mas não vos quero de volta muletas!



sábado, 3 de fevereiro de 2018

Parti o Pé

Nunca pensei escrever isto. Na segunda-feira fui pela primeira vez a uma aula de kickboxing. Sempre tive uma enorme curiosidade em experimentar por isso aproveitei o facto da minha colega de trabalho já frequentar para ir com ela, ainda por cima o ginásio é mesmo atrás do meu local de trabalho. 

E quem é que logo no aquecimento, a saltar à corda, torce o pé? Claro, eu. Conhecendo-me como me conheço nem acho estranho, afinal de contas devo ser uma das pessoas mais desastradas ahah. Mesmo assim acabei por continuar o treino e terminá-lo pois a dor ainda não se fazia sentir totalmente. Pensado eu que era apenas um entorse não liguei muito, mas na quarta-feira o meu pé estava roxo e continuava a não conseguir colocã-lo no chão. Neste mesmo dia fui ao Hospital e acabei por descobrir que tenho uma micro fractura no quinto metatarso do pé. Ainda por cima a fratura está próxima de um tendão importantissimo para o funcionamento do pé. Fiquei desolada! Nunca pensei que isto fosse acabar numa fractura. Deram me duas opções, ou colocava gesso e tinha de levar injecções ou então colocava uma meia elástica e tinha de ter imenso cuidado e não colocar o pé no chão nem fazer força. Ficaria mais descansada com o gesso mas tenho o próprio médico dado duas opções com os mesmo resultados, acabei por escolher a última opção pois a parte das injecções não me agradou nem um pouco. Agora resta-me esperar entre 4 a 6 semanas para o pé recuperar.

Era tudo mais fácil se estivesse acompanhada. Mesmo assim a Filipa (a minha amiga de infancia) tm me dado uma ajuda preciosa e mesmo os meus colegas de trabalho, têm sido todos incansáveis. É sempre mais dificil quando moramos sozinhos e trabalhamos mas com muito paciência e força é possível. Só quando não temos uma parte do nosso corpo dispoveil é que realmente damos o verdadeiro valor. Tudo é muito mais dificil de fazer agora, simples coisinhas como fazer café, tomar banho, ir à casa de banho, limpar o quarto, etc.

Espero que daqui a 4/6 semanas tudo esteja melhor....



domingo, 21 de janeiro de 2018

Jim & Andy - The Great Beyond

Jim Carrey e Andy Kaufman. Ambos sempre me fascinaram. Ambos personagens únicas e emblemáticas.

Jim & Andy: The Great Beyond é fenomenal, é genial. É o abrir de olhos. É o real. É a provocação dura. É o sarcasmo. É a ironia. É a chapada de luva branca. É um filme obrigatório.

"This isn't real. This is a story. There's the avatar you create and the cadence you come up with that is pleasing to people, that takes them away their issues and makes you popular. At some point, you have to peal it away. It's not who you are."
“We’re born into a family, so we’re told what our family name is, and then our parents choose a name and say, “Your name will be Joel. It means ‘the awesomeness of Yahweh’ and you have to live up to that, dude. We’re counting on you not to make us look bad. And you’re gonna go to Harvard and you’re gonna be a doctor. And by the way, you’re Catholic or you’re a Jew.” Everything’s abstract structures that you’re given, and it’s supposed to hold you together somehow. And I’ve just given them up—I don’t need to be held together.”
                               — Jim Carrey, excertos de Jim & Andy: The Great Beyond